Você está em Ajuda > Sala de aula

Filosofia na sala de aula

    (03/Ago) Pensar a própria realidade
 
Quanto aos temas a se trabalhar em filosofia. Minha sugestão é que se escolha os temas de acordo com a realidade em que se trabalha, ou seja, cabe ao filósofo fazer um estudo de caso, perceber o meio em que está inserido e a partir disto elaborar os conteúdos. Um exemplo é a exigência das “Orientações Curriculares para o Ensino Médio de Santa Catarina” (pag. 28), a orientação é fazer com que o educando tenha a partir da filosofia “flexibilidade com relação às novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posteriores” (artigo 36, Inciso II). Mas, o que podemos fazer para que esta flexibilidade possa acontecer? Um dos caminhos é fazer a análise da própria realidade, ou seja, eles estudarão o que os cerca, desde as paredes pintadas ou não, até o que extrapola os muros da escola. Para ligar isto a filosofia é muito simples, pegue uma gama de ao menos três filósofos, a seu gosto. Quando estiver com estes filósofos em mão (de preferência do mesmo período histórico), estudo com os educandos como cada um destes filósofos percebia o mundo que o rodeava, para criar uma boa estrutura teórica pode-se pedir ao professor de história que fale sobre este período histórico. Uma vez que os educandos estão inteirados do que os filósofos percebiam da realidade que os cercava e do conteúdo próprio da história “imparcial”, conduza os educandos para que estes analisem a própria realidade. Fazendo uso de um método pré-estabelecido estes se servirão das elaborações de cada colega num debata para perceberem entre outras conclusões a que podem chegar, que a realidade dependerá de como cada um se estrutura diante do que aparece. Para que o processo tenha fluência, o ideal é pedir que escrevam, mas também para exporem seus pensamentos para os colegas.

Responsável – Rosemiro A. Sefstrom
     

 
 
Como referenciar: "Pensar a própria realidade" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 22/09/2019 às 19:30. Disponível na Internet em http://www.filosofia.com.br/vi_sala.php?id=9