Você está em Pratique > Provas

Provas de concursos e vestibular

 
(17/Abr) Paço do Lumiar - MA - Instituto Machado de Assis - 2019
 
Conhecimentos Específicos

21) De acordo com a tradição histórica, a fase inaugural da filosofia grega nos moldes sistematizados de conhecimento é conhecida como:
A) Iluminismo.
B) Marxismo.
C) Período pré-socrático.
D) Período socrático.

22) Nascido em Éfeso, cidade da Região Jônica, Heráclito é considerado um dos mais importantes filósofos gregos e também como o precursor da teoria dialética. Acerca do pensamento desse grande filósofo, marque a alternativa CORRETA.
A) Concebia a realidade como algo dinâmico em permanente transformação.
B) Desenvolveu a teoria do pós-modernismo difundida séculos depois pelo filósofo francês Michel Foucault.
C) Heráclito acreditava que o movimento dos planetas influenciava diretamente no comportamento dos seres humanos e que estes eram determinados socialmente através das estações da lua.
D) Preconizou o conhecimento da realidade através de aparelhos de medição e quantificação, desenvolvidos por matemáticos como Tales de Mileto.

23) O termo maiêutica, cunhado nos anais da História da Filosofia pelo importante filósofo grego Sócrates, significa:
A) Arte de trazer à luz.
B) Verdade absoluta.
C) Silogismo.
D) Verdade relativa.

24) O alemão Edmund Husserl foi idealizador de uma filosofia descritiva da experiência subjetiva, conhecida como fenomenologia, uma corrente filosófica particular, baseada na "suspensão do juízo" (epochê) em relação à realidade exterior. Tem sido discutido durante a maior parte do século 20, por pensadores como Martin Heidegger, Maurice Merleau-Ponty, Max Scheler, Hannah Arendt e Emmanuel Levinas. É CORRETO afirmar a respeito desse sistema filosófico que ele:
A) Se define, de forma geral, como o estudo da consciência e dos objetos da consciência, ou seja, do processo pelo qual tudo que é informado pelos sentidos é alterado em uma experiência de consciência.
B) Propõe não uma descrição, mas uma prescrição da experiência intuitiva do fenômeno.
C) Concebe a realidade como um fato externo, observável e experimental.
D) Apresenta grandes semelhanças com o relativismo e o historicismo, já que seu objetivo não é produzir afirmações universalmente válidas.

25) Segundo as Orientações Curriculares Para o Ensino Médio - Ciências Humanas e Suas Tecnologias (vol. 3, 2006) em sua seção que trata especificamente de filosofia, fazem parte das sugestões de conteúdo para o ensino dessa disciplina:
I. Filosofia e conhecimento.
II. Verdade, justificação e ceticismo.
III. Tradições religiosas e seus textos sagrados.
IV. Autonomia do sujeito.
Estão CORRETOS:
A) I, II e IV.
B) Apenas I.
C) I e II.
D) I, II e III.

26) Dois grandes expoentes da filosofia medieval foram Santo Agostinho (Patrística) e São Tomás de Aquino (Escolástica). Ambos, que tentaram resolver o intricado problema da conciliação entre fé e razão, fizeram isso tomando por base dois grandes filósofos gregos, que divergiam em alguns aspectos: um defendia o inatismo, o mundo das ideias e o dualismo da natureza humana; e o outro advogava o empirismo, o mundo material e o unitarismo do ser humano. Esses dois filósofos gregos são, respectivamente:
A) Tales de Mileto e Protágoras.
B) Sócrates e Epicuro.
C) Platão e Aristóteles.
D) Heráclito e Parmênides.

27) Em Lógica da descoberta científica (1935), Karl Popper afirma que o instrumental da ciência não está voltado para a verificação, mas para a falsificação das proposições científicas. "Nosso método de pesquisa", dizia ele, "não visa defender nossas antecipações para provar que temos razão, mas, ao contrário, visa destruí-las. Usando todas as armas do nosso arsenal lógico, matemático e técnico, tentamos provar que nossas antecipações são falsas, para apresentar, no lugar delas, novas antecipações não justificadas e injustificáveis, "novos preconceitos apressados e prematuros", como escarnecia Bacon" (ABBAGNANO, Dicionário de Filosofia, Martins Fontes).
Com isso, Popper NÃO pretendeu:
A) Desmitificar a ideia de que o conhecimento científico é algo absolutamente certo e demonstrável.
B) Exprimir o conceito da autocorrigibilidade da ciência.
C) Demonstrar que qualquer asserção científica é sempre provisória.
D) Ratificar o ideal clássico da ciência em relação a uma episteme precisa e definitiva.

28) Segundo Aranha, em Filosofando: uma introdução à filosofia (São Paulo: Moderna, 2003), "ética é a parte da filosofia que se ocupa com a reflexão a respeito das noções e princípios que fundamentam a vida moral". Não fazem parte dos temas tratados tradicionalmente pela ética:
I. Autonomia
II. Liberdade
III. Veracidade
IV. Lógica
É CORRETO o que se afirma em:
A) Apenas I.
B) Apenas II.
C) Apenas III.
D) Apenas IV.

29) Leia o poema abaixo:
Soubesse que era assim
Não tinha nascido
E nunca teria sabido
Ninguém nasce sabendo
Até que sou meio esquecido
Mas disso eu sempre me lembro
(PAULO LEMINSKI, 80 Poemas, 1980)
O poeta sugere no texto a existência de uma capacidade humana de escolher, de tomar decisões, sobretudo em face do bem e do mal. Desde a patrística (Santo Agostinho), essa capacidade recebe em filosofia e teologia o nome técnico de:
A) Moralidade.
B) Livre-arbítrio.
C) Juízo de valor.
D) Autonomia.

30) Após o surgimento da democracia na Grécia antiga, a busca pelo ser das coisas deixa de ser o foco principal das questões filosóficas, que agora se ocuparia com o homem e suas potencialidades. Era preciso saber falar para fazer valer seus interesses nas assembleias. Surgem, então, os famosos oradores denominados sofistas, palavra que significa "sábio" em grego. Acerca dos sofistas, marque a alternativa INCORRETA:
A) Devido aos ódios e invejas que os sofistas geraram depois entre o povo, a palavra sofista passou a ser utilizada de um modo depreciativo, com o sentido de "charlatão, mercenário, demagogo ou mentiroso".
B) No início, a palavra sofista foi utilizada para realçar uma capacidade ou arte especial num determinado assunto. Homero refere que um construtor naval, um cocheiro, um navegador, um adivinho ou um escultor são sábios nas suas profissões. Também Apolo é sophos com a sua lira.
C) Pelo final do século V a.C., o termo "sofista" era aplicado a quem escrevia ou ensinava e que era visto como tendo uma especial capacidade ou conhecimento a transmitir.
D) Sócrates foi o mais famoso dos sofistas, conforme testemunho de Platão no Protágoras.

31) Vinda do latim, a palavra moral significa costumes, refere-se ao conjunto de normas que orientam o comportamento humano tendo por base os valores próprios de uma determinada sociedade ou cultura. Com respeito à Filosofia moral, assinale a alternativa INCORRETA:
A) As normas morais apresentam-se como imperativas, ou seja, normas que devem ser seguidas por todos, porém são cumpridas a partir da convicção pessoal de cada indivíduo.
B) Levando em consideração as diferenças culturais, e consequentemente, os valores variáveis de acordo com cada sociedade ou cultura, os códigos morais são instáveis.
C) O homem é um ser moral, pois age de acordo com valores estabelecidos pela sociedade em que vive.
D) Tanto a moral quanto o direito orientam-se pelos valores culturais próprios de uma determinada sociedade, onde ambos se traduzem em um código formal.

32) Todos devem ter acesso igualitário à educação, independente do grupo social a que pertence desde o nascimento. Durante o processo de formação escolar, as crianças passariam de um grupo social para outro de acordo com o desenvolvimento de suas aptidões. Isso levaria as mais aptas a alcançarem o patamar mais alto desse processo, a filosofia, a fim de se tornarem sábios, sendo habilitados a administrar a cidade. Este é o pensamento político de:
A) Aristóteles (348 - 322 a.C.).
B) Maquiavel (1469 - 1527).
C) Platão (428 - 347 a.C).
D) Sócrates (469-399 a.C).

33) Defensor do cristianismo e a favor da superioridade da alma humana teve destaque na filosofia medieval no momento da Patrística (de meados do século IV ao século VIII), no qual se busca uma conciliação entre a razão e a fé. Este filósofo denominado santo pela igreja católica teve sua vida voltada aos prazeres do mundo até seus 32 anos, convertendo-se posteriormente ao cristianismo. "Compreender para crer, crer para compreender" é um de seus pensamentos. Partindo das descrições acima, informe o filósofo correspondente:
A) Padre Justino.
B) Padre Tertuliano.
C) Santo Agostinho.
D) Santo Tomás de Aquino.

34) A tarefa do professor, ao desenvolver habilidades, não é incutir valores, doutrinar, mas despertar os jovens para a reflexão filosófica. Referindo-se a habilidades e competências a serem desenvolvidas em Filosofia, podem ser listadas as seguintes, EXCETO:
A) Contextualizar conhecimentos filosóficos no plano de sua origem específica e em outros planos: o pessoal-biográfico; o entorno sócio-político, histórico e cultural; o horizonte da sociedade científico-tecnológica.
B) Contextualizar conhecimentos filosóficos somente no plano de sua origem específica.
C) Debater, tomando uma posição, defendendo-a argumentativamente e mudando de posição em face de argumentos mais consistentes.
D) Ler de modo filosófico textos de diferentes estruturas e registros.

36) Arístocles conhecido como Platão foi discípulo de Sócrates, a quem considerava "o mais sábio e mais justo dos homens". Depois da morte de seu mestre, empreendeu inúmeras viagens, num período que ampliou seus horizontes culturais; amadureceu suas reflexões filosóficas e fundou em Atenas sua própria escola filosófica. Considere as informações e marque a alternativa correspondente à fundação da escola filosófica:
A) A escola filosófica foi uma das primeiras instituições permanentes de ensino superior do mundo Ocidental. Tornou-se uma espécie de Universidade.
B) Essa escola foi a primeira a passar conhecimentos filosóficos aos jovens.
C) Platão fundou a escola filosófica com o propósito único de desenvolver a formação política entre os jovens.
D) Um dos ensinamentos que a escola filosófica transmitia eram os pensamentos de Sócrates, escritos por Platão.

37) O período da filosofia antiga conhecida como Greco-romano trata-se de um período longo em anos, mas pouco notável no que diz respeito à originalidade das ideias filosóficas. Os principais pensadores dessa época dedicaram-se a desenvolver as contribuições herdadas principalmente da Grécia clássica, ao invés de criar novos caminhos para a filosofia. Marque a alternativa na qual aparecem os principais pensadores do período Greco-romano:
A) Sêneca, Sócrates, Górgias e Cícero.
B) Platão, Plutarco, Sêneca e Sócrates.
C) Sêneca, Cícero, Plotino e Plutarco.
D) Pitágoras, Górgias, Cícero e Sêneca.

38) Podemos situar historicamente alguns pensadores na chamada Renascença e Idade da Razão (1500-1750). Quase todos demonstravam renovado interesse no conjunto da cultura clássica greco-romana e contestavam a autoridade da igreja (O livro da filosofia, São Paulo: Globo, 2011). Sabendo disso, faça a associação dos filósofos mais destacados do período, listados na primeira coluna, com as frases que melhor representam a síntese do pensamento deles, elencadas na segunda coluna.
COLUNA 01
1.Nicolau Maquiavel
2. Francis Bacon
3. John Locke
4. René Descartes
5. Thomas Hobbes
COLUNA 02
( ) Penso, logo existo.
( ) O homem é o lobo do homem.
( ) Conhecimento é poder.
( ) Os fins justificam os meios.
( )Todo o nosso conhecimento provém de nossa experiência.
A sequência CORRETA dos itens é:
A) 4-5-2-1-3.
B) 3-1-2-5-4.
C) 2-1-4-3-5.
D) 1-2-3-4-5.

40) Leia o texto a seguir e escolha a alternativa que preenche corretamente a palavra que está faltando:
"A razão instrumental - que os frankfurtianos, como Adorno, Marcuse e Horkheimer também designaram com a expressão "razão_______" - nasce quando o sujeito do conhecimento toma a decisão de que conhecer é dominar e controlar a Natureza e os seres humanos. Assim, por exemplo, o filósofo Francis Bacon, no início do século XVII, criou uma expressão para referir-se ao objeto do conhecimento científico: "a Natureza atormentada". [...] Atormentar a Natureza é fazê-la reagir a condições artificiais, criadas pelo homem." (CHAUÍ, p. 360).
A) Iluminista.
B) Inversa.
C) Prática.
D) Pura.

41) A filosofia de Hobbes foi muito influenciada pelas ideias de Bacon e Galileu. Por causa dessas influencias, Hobbes abandonou as grandes pretensões metafísicas (a busca da essência do ser). A partir de então, o filósofo buscou investigar as causas e propriedade das coisas. Relativo à filosofia de Hobbes, assinale a alternativa CORRETA.
A) A filosofia para Hobbes seria a ciência dos corpos, ou seja, tudo que tem existência natural.
B) Em seus estudos, Hobbes deu ênfase maior à filosofia da natureza do que à filosofia política.
C) Em sua tese, o principal assunto abordado é relacionado ao acaso e à liberdade.
D) Para o filósofo inglês, toda realidade poderia ser explicada a partir do elemento corpo, entendido como o elemento material que existe, independentemente, do pensamento.

42) Na Grécia Antiga, o poder pré-socrático foi dominado, em grande parte, pela investigação da natureza. Essa investigação consistia na busca de explicações racionais para o universo, manifestando-se na procura de um princípio de todas as coisas existentes:
A) As características dos ensinamentos sofistas favoreceram o surgimento da concepção filosófica absolutista.
B) Essa nova fase foi marcada, no início, pelos sofistas, que eram professores viajantes que passavam seus conhecimentos em praça pública.
C) O único objetivo das lições sofistas era o desenvolvimento do poder da argumentação para convencer as pessoas.
D) Seguiu-se a esse período uma nova fase filosófica, caracterizada pelo interesse no próprio homem e nas relações políticas do homem com a sociedade.

43) Sócrates é tradicionalmente considerado um marco divisório da história da filosofia grega. Por isso, os filósofos que o antecederam são chamados de pré-socráticos e os que sucederam de pós-socráticos. Sobre Sócrates, assinale as alternativas CORRETAS:
I. Sócrates desenvolvia o saber filosófico em praças públicas, conversando com os jovens, sempre dando demonstrações de que era preciso unir a vida concreta ao pensamento.
II. Diferente dos sofistas, Sócrates juntamente com os pré-socráticos tinham a preocupação em explicar a natureza e a problemática do homem.
III. Sócrates, contrário aos sofistas, opunha-se ao relativismo em relação às questões da moralidade e ao uso da retórica para atingir interesses particulares.
IV. A filosofia de Sócrates era desenvolvida mediante diálogos críticos que, em toda sua estrutura, era composto por ironias.
A) IV.
B) I e III.
C) I, II e IV.
D) II e III.

44) O filósofo René Descartes afirmava que, para conhecer a verdade, é preciso, de início, colocar todos os nossos conhecimentos em dúvida. Seguindo o raciocínio do filósofo, marque a alternativa CORRETA:
A) Descartes atribuía grande valor à filosofia como instrumento de compreensão da realidade.
B) Para Descartes é necessário questionar tudo e analisar, criteriosamente, se existe algo na realidade de que possamos ter plena certeza.
C) O filósofo Descartes afirmava que nada estava livre da dúvida nem seus próprios pensamentos.
D) Com o seu método da dúvida, Descartes reergueu o edifício do conhecimento com suas contribuições filosóficas.

45) Senso comum é o conhecimento adquirido por tradição juntamente com a experiência de cada um na coletividade. Então senso comum é:
A) É refletido e se encontra separando a crença e o preconceito.
B) É um conhecimento crítico, sistemático, coerente e resistente às mudanças.
C) O senso comum não é refletido e separa crenças e preconceitos.
D) Um conjunto de ideias que permitem interpretar a realidade. É um corpo de valores que ajuda a avaliar, julgar e agir.

46) "A ideologia é um conjunto lógico, sistemático e coerente de representações e de normas e regras [...] é, portanto, um corpo explicativo e prático" (ARANHA e MARTINS, 2003). Com relação a suas características, julgue os itens e marque a alternativa CORRETA:
I. As diferenças de classe e os conflitos são camuflados.
II. Assegura determinada relação dos indivíduos entre si e com suas condições de existência.
III. É um corpo sistemático de representações.
IV. Mantém a dominação de uma classe sobre a outra.
A) Todos os itens estão corretos.
B) Nenhum item está correto.
C) Apenas um item está correto.
D) Apenas dois itens estão corretos.

48) A filosofia de Tomás de Aquino (tomismo) nasceu com objetivos claros: não contrariar a fé. Sua finalidade era organizar um conjunto de argumentos para demonstrar e defender as revelações do cristianismo. Com base nessas informações, assinale a alternativa correta.
I. Tomás de Aquino reviveu em grande parte, o pensamento aristotélico em busca de argumentos que explicassem os princípios e aspectos da fé cristã.
II. Fez da filosofia de Aristóteles um instrumento a serviço da religião católica, ao mesmo tempo em que transformou essa filosofia numa síntese original.
III. Tomás de Aquino enfatizou a importância da realidade sensorial. Em relação ao processo de conhecimento dessa realidade, ressaltou dois princípios básicos, como: princípio da causa e da eficiência e o príncipio da finalidade.
IV. O princípio da finalidade afirma que: todos os seres que captamos pelos sentidos são seres contingentes, ou seja, não possuem em si próprio, a causa da eficiência de sua existência.
Está(ão) CORRETA (S) apenas:
A) I e IV.
B) II e III.
C) II.
D) I e II.

50) Os Parâmetros, na parte específica sobre "Conhecimentos de Filosofia", apoiam-se, de início, no artigo 35 da LDB e insistem na contribuição decisiva da Filosofia para o alcance de tais finalidades. As "áreas" da Filosofia mais trabalhadas são, EXCETO:
A) Cultura Geral, Filosofia Antiga (surgimento da filosofia).
B) Ética, Política.
C) Cultura. Etnia. Grupos Sociais.
D) História da Filosofia, Teoria do Conhecimento.

GABARITO:
21C
22A
23A
24A
25A
26C
27D
28D
29B
30D
31D
32C
33C
34B
36A
37C
38A
40A
41A
42D
43B
44B
45D
46A
48D
50C
     

 
 
Como referenciar: "Provas - Paço do Lumiar - MA - Instituto Machado de Assis - 2019" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 17/09/2019 às 00:13. Disponível na Internet em http://www.filosofia.com.br/vi_prova.php?id=265