Biblioteca Virtual
 Biografia de Filósofos
 História da Filosofia
 Laifis de Filosofia

 Eventos do Mês
 Resenha do Mês
 Livro da Semana
 Entrevista do Mês
 Jornais Brasileiros

 Oráculo
 Dicionário de Filosofia
 Filosofia On-line (TV)
 Rádio Filosofia
 Como estudar Filosofia
 Dicas para Monografia
 Filos. e Outras Áreas
 Filos. na Sala de Aula

 Exercícios Comentados
 Jogos On-line
 Provas de Concursos

 Loja virtual
 Curso de Filosofia

 Curiosidades Filosóficas
 Escolas de Filosofia
 Filosofia Clínica
 Histórias Filosóficas
 Relato do Leitor
 Frase de um Leitor
 Charge da Semana
 Filosofia em Quadrinhos
 Fil. para Crianças
 Lançamento de Livros
 Livros para Download
 Frase de Filósofos
 Uma Foto, uma História
 Trechos de Livros
 Enquetes
 Cursos de Extensão
 Fale Conosco

 

 

Provas de Concursos e do Vestibular

 
(31/Jul) Professor de Filosofia - IFAC - 2012
 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21) Das alternativas abaixo, assinale a CORRETA.
a) O pensamento mitológico é resultado do delírio humano, sendo uma forma de pensar exclusiva do mundo antigo. Como exemplos, podemos citar os mitos gregos: Zeus, Poseidon, Atena, Prometeu e Pandora.
b) A superação do mundo fenomênico se dá através do pensamento mítico, onde abstraímos as forças sobrenaturais e fantasiosas e as relacionamos com a realidade concreta.
c) O rompimento da atitude dogmática se dá no momento da aceitação do óbvio, do conservador e dos preconceitos.
d) Sendo renovador, o dogmatismo enquanto corrente filosófica, propõe a atualizar os conceitos do pensamento humano enquadrando-os de acordo com a necessidade contemporânea, possibilitando ao sujeito uma reflexão crítica sobre o pensamento.
e) A ideologia é uma expressão histórica e social, que segundo Marx, decorre do modo de produção vigente, sendo um conjunto de representações, imagens e ideias sobre os aspectos da vida humana.

22) "A Filosofia é uma reflexão crítica a respeito do conhecimento e da ação, a partir da análise dos pressupostos do pensar e do agir e, portanto, como fundamentação teórica e crítica dos conhecimentos e das práticas." (Fonte: MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Mais (PCN+EM)). Sobre a reflexão crítica, assinale a alternativa INCORRETA.
a) A Filosofia indaga sobre o significado e realidade das coisas.
b) A Filosofia questiona como as coisas e a realidade se estruturam.
c) A Filosofia pergunta o que são as coisas, suas origens, causas e efeitos.
d) A Filosofia é um processo de reflexão, um "conhece-te a ti mesmo".
e) Para a Filosofia não é necessário compreender nossa capacidade de conhecer.

23) "A identidade pessoal é construída na trama das relações sociais, que permeiam sua existência cotidiana. Assim, há que se esforçar para que as relações entre os indivíduos se caracterizem por atitudes de respeito mútuo, representadas pela valorização de cada pessoa em sua singularidade, ou seja, nas características que a constituem" (ARANHA, Maria Salete Fábio. Educação inclusiva: a fundamentação filosófica. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2004, p. 08). A esse respeito, assinale a alternativa CORRETA.
a) A relação recíproca entre indivíduo e sociedade é determinante para a formação da identidade.
b) A formação da identidade é apenas resultado de um processo subjetivo individual.
c) O reconhecimento das diversas identidades não se fundamenta no direito à igualdade e respeito às diferenças.
d) A formação da identidade é direcionada apenas pelo corpo social que molda o sujeito passivo.
e) O princípio de igualdade é irrelevante para a construção de uma sociedade democrática.

24) "A Lei 9.394/96 (LDB), nos artigos 35 e 36, reafirma a importância da Filosofia na formação cidadã, pois a Filosofia, além de intencionar a busca do Verdadeiro, do Belo e do Bom, nasce também com a vocação de buscar a "totalidade através de uma interdisciplinaridade", intencionando compreender a sociedade e seus mecanismos" (AMORIN, Fernando de Oliveira. Saber Acadêmico. n° 07, junho 2009, p. 132).
Assinale a alternativa INCORRETA.
a) O processo de educação deve se orientar através de mecanismos que contemplem a formação política.
b) A educação deve ressaltar a formação filosófica com o intuito de originar discursos e ações.
c) No processo de formação da consciência crítica, a Filosofia exerce papel secundário.
d) A educação filosófica pode acarretar a formação de um discurso contraideológico.
e) A interdisciplinaridade entre Filosofia e demais ciências é fundamental para a compreensão do mundo.

25) "Toda teoria pedagógica tem seus fundamentos baseados num sistema filosófico. É a filosofia que, expressando uma concepção de homem e de mundo, dá sentido à Pedagogia, definindo seus objetivos e determinando os métodos da ação educativa. Nesse sentido, não existe educação neutra. Ao trabalhar na área de educação, é sempre necessário tomar partido, assumir posições. E toda escolha de uma concepção de educação é, fundamentalmente, o reflexo da escolha de uma filosofia de vida" (HAYDT, Regina Célia Cazaux. Curso de didática geral. 4.ª ed., São Paulo, Ática, 1997, p. 23). Sobre a relação Filosofia e Educação, assinale a alternativa INCORRETA.
a) A Filosofia apresenta fortes contribuições para a Educação, sendo uma das principais a reflexão em torno do próprio ato de educar.
b) É de suma importância para a Filosofia da Educação uma reflexão epistemológica em torno de si mesma.
c) Uma das funções da Filosofia da Educação é a construção da imagem de um homem crítico e reflexivo.
d) Ao pensar filosoficamente, o educador age de forma simplista e ingênua sobre o cotidiano.
e) A relação entre teoria e método é fundamental no processo de ensino e aprendizagem.

26) Sobre o existencialismo, marque a alternativa CORRETA.
a) Para os existencialistas, existir é sinônimo de ser.
b) Soren A. Kierkegaard foi responsável por fundar as bases do pensamento existencialista.
c) Segundo Sartre, o ser humano não tem liberdade suficiente para fazer escolhas e tomar decisões.
d) Os existencialistas aceitam as normas que lhes são impostas de fora.
e) Para Kierkegaard, só é possível compreender a existência humana com o auxílio da razão.

27) "Os filósofos existencialistas pouco escreveram sobre Educação, o que não significa que seja impossível inferirmos algumas implicações pedagógicas do existencialismo" (OLIVEIRA, Admardo Serafim de. Filosofia e educação. In: Introdução ao pensamento filosófico. São Paulo: Loyola, ed. 7, 1993, p. 102). Marque a alternativa INCORRETA.
a) Na educação existencialista, o ato de produção de conhecimento é um mecanismo de dominação.
b) O ponto de partida da educação existencialista está na relação educador-educando.
c) De acordo com a pedagogia do existencialismo, não se pode manipular a favor de uma verdade ou falso saber absoluto.
d) O existencialismo não produziu contribuições para o campo da educação.
e) Para os existencialistas, um dos objetivos da educação é desenvolver no aluno a capacidade de realizar escolhas racionais diante da realidade concreta da sua existência.

28) Sobre o estruturalismo, é INCORETO afirmar que:
a) trata a liberdade como uma ilusão.
b) trata o pensamento como um dado impessoal.
c) o estruturalismo diminui a realidade do sujeito humano.
d) tem-se a valorização do inconsciente sobre o consciente.
e) Claude Lévi-Strauss e Ferdinand de Sausssure foram árduos críticos do pensamento estruturalista.

29) O neopragmatismo é uma corrente filosófica que tem como uma de suas principais funções revisar conceitos fundamentais do campo da Filosofia, tais como verdade e conhecimento. Sobre o neopragmatismo é INCORRETO afirmar que:
a) o neopragmatismo tem como objetivo compreender a validação do conhecimento através de aspectos éticos e sociais.
b) o neopragmatismo teve como principal expoente Richard Rorty.
c) o neopragmatismo é uma corrente do pensamento filosófico que surge no início dos anos 1900.
d) a filosofia neopragmática rejeita o funcionalismo, a ideia de verdade como sendo a última função de todas as outras.
e) Hilary Putnam e Donald Davidson também são representantes da filosofia neopragmática.

30) Sobre a Filosofia Contemporânea, quais correntes filosóficas NÃO correspondem a esse período?
a) Idealismo de Hegel; Positivismo de Comte.
b) Racionalismo Cartesiano; Empirismo de Francis Bacon.
c) Pragmatismo de Charles S. Peirce; Neokantismo de Hermann Cohen.
d) Fenomenologia de Husserl; Martin Haidegger.
e) Marxismo de Gramsci; Estruturalismo de Claude Lévi-Strauss.

31) "Moral (mos, moris, "costume"): conjunto de normas livre e conscientemente adotadas que visam a organizar as relações das pessoas na sociedade, tendo em vista o bem e o mal; conjunto dos costumes e valores de uma sociedade, com caráter normativo (regras do comportamento das pessoas em grupo)".
(ARANHA, Maria L. de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2003). Sobre a moral, é CORRETO afirmar que:
a) o estudo da moral deixa de ser uma questão de cunho filosófico passando a ser objeto de estudo da teologia.
b) a moral não estabelece regras para a vivência em sociedade.
c) a moral se reduz a um conjunto de normas, regras e valores que são adquiridas através da herança e recebidas pela tradição.
d) através da reflexão crítica, o sujeito tende a colocar a moral e os valores vigentes em questão, questionando-os e criticando-os.
e) não é possível compreender a moral através do seu caráter histórico e social, pois a ideia de moral sempre foi a mesma ao longo do tempo histórico.

32) "Ética (ethos, "costume"): parte da Filosofia que se ocupa com a reflexão a respeito das noções e princípios que fundamentam a vida moral" (ARANHA, Maria L. de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2003). De acordo com Aranha, sobre os conceitos de ética e moral é INCORRETO afirmar que:
a) a moral se refere às regras de comportamento aceitas em determinada época, sendo o sujeito moral aquele que age bem ou mal, na medida em que ataca e transgride as regras morais.
b) apesar de serem usados como sinônimos, os conceitos de moral e ética são diferentes.
c) a ética se preocupa com a reflexão sobre os princípios e noções que alicerçam a vida moral.
d) a ética também é conhecida como filosofia moral.
e) os conceitos de moral e ética dizem respeito à mesma ideia, pois não apresentam nenhuma diferença.

33) Em relação à filosofia moral, é INCORRETO afirmar que:
a) uma ação amoral é considerada como uma ação idêntica à ação moral.
b) a moral apresenta um caráter pessoal, sendo assim, pode ser subjetiva.
c) os aspectos normativos da moral são as normas de ação, as regras que enunciam o "deve ser".
d) o ato moral é constituído pelos aspectos normativos e factuais.
e) a moral apresenta um caráter social.

34) Luciano Gruppi observa que "como sempre acontece, só quando se formam os Estados no sentido moderno da palavra é que nasce também uma reflexão sobre o Estado. Desde o começo de 1500 temos Nicolau Maquiavel, que é o primeiro a refletir sobre o Estado. Em O príncipe, de Maquiavel, encontramos esta afirmação: "Todos os Estados, todas as dominações que tiveram e têm império sobre os homens foram ou são repúblicas ou principados"" (GRUPPI, Luciano. Tudo começou com Maquiavel. 16. ed. Porto Alegre: L&PM, 2001, p. 8). Através do texto acima é INCORRETO afirmar que:
a) Maquiavel foi um dos primeiros a estudar sobre a constituição dos Estados Modernos.
b) na modernidade, as reflexões a respeito do Estado eram inexistentes, uma vez que o Estado não era uma instituição tão forte como nos dias atuais.
c) o Estado também é constituído pela dominação Poder.
d) Maquiavel apresenta uma dominação que é mais exercida sobre os homens do que sobre o território.
e) em O príncipe Maquiavel apresenta uma teoria sobre o Estado Moderno.

35) "Embora haja inúmeras definições e interpretações a respeito do poder, vamos considerá-lo aqui, genericamente, como a capacidade ou possibilidade de agir, de produzir efeitos desejados sobre indivíduos ou grupos humanos". (ARANHA, Maria L. de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2003, p. 214). Sobre o poder, assinale a alternativa CORRETA.
a) Nos Estados Teocráticos, a legitimidade do poder vem da vontade do povo.
b) Nas monarquias hereditárias, o poder é transmitido pelo processo de votação.
c) Na democracia, o poder nasce da vontade de Deus.
d) Nos governos aristocráticos, todos os cidadãos têm poder de mando.
e) A política se refere às relações de poder.

36) Sobre a Filosofia Política e seus pensadores, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Para Locke, Hobbes e Rousseau, os indivíduos isolados no estado de natureza se unem através de um contrato social.
b) John Locke é um dos representantes do chamado liberalismo político.
c) É com Montesquieu que ocorre a separação do poder, separação dos três poderes.
d) Hobbes, juntamente com Maquiavel, foi um dos grandes defensores do Estado Republicano.
e) Rousseau desenvolve a ideia de democracia direta.

37) "Como o próprio nome indica, as teorias socialistas são aquelas que se fundam nas relações sociais e nas ações sociais, isto é, que se recusam a separação liberal entre sociedade e Estado e procuram na atividade social os fundamentos do poder e ação políticos" (CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo: Editora Ática, 2005, p. 20). Sobre as teorias socialistas, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Ao trocar o direito à liberdade pelo ideal de posse, o homem passou a aceitar a servidão voluntária.
b) Saint-Simon e Owen são representantes do socialismo utópico.
c) As principais correntes socialistas modernas são: socialismo utópico, anarquismo, liberalismo e socialismo científico.
d) O pensamento de Karl Marx ficou conhecido como socialismo científico.
e) O comunismo ou socialismo científico criticava tanto o Estado liberal, bem como o socialismo utópico e o anarquismo.

38) A Filosofia Contemporânea, formada a partir do século XIX, apresenta novos objetos a serem discutidos. Das alternativas abaixo, qual NÃO corresponde ao período da Filosofia Contemporânea?
a) Patrística e Escolástica.
b) História e progresso.
c) A cultura.
d) Ciências e técnicas.
e) Ideais políticos revolucionários.

39) Sobre as concepções éticas, é INCORRETO afirmar que:
a) a moral iluminista defendia a formação de uma moral religiosa.
b) para Kant, o agir moralmente se funda na razão.
c) para Karl Marx, apenas em sociedades fraternas é possível o surgimento de uma moral autêntica.
d) Nietzsche critica toda a moral fundada pela razão.
e) com os iluministas, a moral se torna laica, secularizada.

40) "A reflexão filosófica é o movimento pelo qual o pensamento, examinando o que é pensado por ele, volta-se para si mesmo como fonte desse pensamento" (CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Editora Ática, 2005, p. 20). A esse respeito assinale a alternativa INCORRETA.
a) A reflexão filosófica é radical, isso significa que ela vai à raiz do problema.
b) A base da reflexão filosófica encontra-se exclusivamente no mundo objetivo, na realidade exterior dos homens.
c) Podemos dizer que a reflexão filosófica é o pensamento interrogando a si mesmo.
d) A reflexão filosófica é questionamento, "por quê?", "o quê?" e "para quê?".
e) A crítica faz parte do processo de reflexão filosófica.

GABARITO:
21 - E
22 - E
23 - A
24 - C
25 - D
26 - B
27 - A
28 - E
29 - C
30 - B
31 - D
32 - E
33 - A
34 - B
35 - E
36 - D
37 - C
38 - A
39 - A
40 - B
     

 
 
Sites parceiros:

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Fale conosco

Copyright © 2008-2014 Só Filosofia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.