Biblioteca Virtual
 Biografia de Filósofos
 História da Filosofia
 Laifis de Filosofia

 Eventos
 Resenhas
 Livros
 Entrevistas

 Oráculo
 Dicionário de Filosofia
 Vídeos de Filosofia
 Rádio Filosofia
 Como estudar Filosofia
 Dicas para Monografia
 Filos. e Outras Áreas
 Filos. na Sala de Aula

 Exercícios Comentados
 Jogos On-line
 Provas de Concursos

 Curso de Filosofia

 Curiosidades Filosóficas
 Escolas de Filosofia
 Filosofia Clínica
 Histórias Filosóficas
 Relato do Leitor
 Frase de um Leitor
 Charges
 Fil. para Crianças
 Lançamento de Livros
 Livros para Download
 Frase de Filósofos
 Uma Foto, uma História
 Trechos de Livros
 Enquetes
 Cursos de Extensão
 Fale Conosco

 

 

Provas de Concursos e do Vestibular

 
(04/Abr) Prova e Gabarito - Professor de Filosofia - Prefeitura de Presidente Dutra - MA - Instituto LUDUS - 2012
 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21. Ao surgir, o cristianismo é quase igual a todas as outras religiões anteriores a ele que mantinham suas raízes na religião judaica com a característica de ser nacional ou de um povo particular. Porém, havia algo no cristianismo que era inexistente no judaismo e nas outras religiões antigas.
Qual traço do cristianismo o difere das outras religiões com raízes judaicas? Assinale a resposta CORRETA.
a) A ideia de espalhar a "boa-nova" para o mundo inteiro com o objetivo de converter os não cristãos e tornar-se uma religião universal.
b) O interesse em converter apenas os intelectuais gregos e romanos.
c) A busca pela aproximação da religião e da física.
d) A busca pela aproximação entre ciência e religião.
e) O desejo de evangelização do ocidente, levando a "boanova" para os países europeus.

22. Não há dúvida de que existe uma grande diferença entre nossas certezas cotidianas e o conhecimento científico. Um breve exame em nossos saberes cotidianos e no senso comum da sociedade demonstra que eles possuem características que lhes são peculiares. Assinale a alternativa que NÃO apresenta uma peculiaridade do saber produzido pelo senso comum.
a) É subjetivo e exprime sentimentos e opiniões individuais e de grupos, variando de uma pessoa para outra ou de um grupo para outro, dependendo das condições em que vivemos.
b) Por ser generalizado tende a estabelecer relações de causa e efeito entre as coisas ou entre os fatos. Tendo como exemplo quando se diz "onde há fumaça, há fogo".
c) Formam um conjunto de atividades intelectuais, experimentais e técnicas, relizadas com base em métodos que permitem e garantem que sua principal marca seja o rigor.
d)Não se surpreendem, nem se admiram com a regularidade, a constância e a repetição das coisas, ao contrário disto, a admiração e o espanto se dirigem ao que é extraordinário.
e) Comparam a ciência com a magia, considerando que ambas lidam com o misterioso, o oculto e o incompreensível.

23. A ética é constituída pelo sujeito ou pessoa moral e pelos valores e obrigações que formam o conteúdo das chamadas condutas morais, ou seja, as virtudes e ações que visem o bem comum.Porém, a pessoa moral só pode existir quando preencher as seguintes condições:
I - Reconhecer a existência dos outros como sujeitos éticos iguais a si mesmo.
II - Ter capacidade de controlar e orientar desejos, impulsos, paixões para que estes sentimentos e valores sejam reconhecidos pela consciência moral.
III - Ter capacidade de avaliar o efeito e as consequências de suas ações sobre si e sobre os outros.
IV - Ser livre e não submeter-se a poderes externos que o obriguem a sentir, a querer ou a fazer algo que contrarie sua consciência moral.
Analise as afirmativas acima e assinale a alternativa CORRETA relacionada às condições de conduta para a existência do sujeito ou pessoa moral.
a) Apenas as afirmações I e II apresentam tais condições.
b) Apenas as afirmações II e III apresentam tais condições.
c) Somente as afimações II e IV apresentam condições imprescindíveis para a existência do sujeito moral.
d) Nenhuma das afirmações acima são condições válidas para a existência do sujeito moral.
e) Todas as afirmações anteriores apresentam condições imprescindíveis para a existência do sujeito moral.

24. A palavra reflexão é empregada na física para descrever o movimento que uma onda luminosa ou sonora faz quando ao se propagar encontra um obstáculo e retorna ao ponto de onde partiu. É esse movimento de retorno a origem que a filosofia denomina de reflexão filosófica, ou seja, "movimento de volta a si mesmo". É a concentração mental em que o pensamento volta-se para si próprio para examinar, compreender e avaliar suas ideias, suas vontades, seus desejos e seus pensamentos.
Marque a alternativa que apresenta uma das maneiras CORRETA de como a reflexão filosófica se organiza.
a) O pensamento filosófico se organiza como as pesquisas de opinião realizadas pelos meios de comunicação de massa ou pelos institutos de pesquisa.
b) A reflexão filosófica se organiza a partir de frases como "eu acho que" ou "eu gosto de."
c) As reflexões e indagações filosóficas surgem a partir dos nossos questionamentos religiosos.
d) A indagação filosófica pode ser perfeitamente comparada com as pesquisas de mercado feitas para conhecer as preferências dos consumidores com a finalidade de montar uma estratégia de propaganda.
e) As reflexões filosóficas são perguntas sobre a capacidade e a finalidade para falar e agir, próprias dos seres humanos. É um saber sobre o homem como ser pensante, falante e agente, ou seja, sobre a realidade dos seres humanos.

25. Marque a alternativa que NÃO apresenta uma definição geral do que seria a filosofia.
a) É a visão de mundo de um povo e de uma cultura.
b) É Sabedoria de vida.
c) Conhecimento empírico, construído pelo senso comum do cotidiano das pessoas em todas as sociedades e em todos os períodos da humanidade.
d) Esforço racional para conhecer o universo como uma totalidade ordenada e dotada de sentido.
e) Fundamentação teórica e crítica dos conhecimentos e das práticas.

26. Marque a alternativa que NÃO condiz com as condições materiais, ou seja, econômicas, sociais, políticas e históricas que permitiram o surgimento da filosofia no final do século VII e no início do século VI a. C. ?
a) A invenção da moeda, que permitiu uma forma de troca que não se realiza como um escambo com umas coisas sendo trocadas por outras coisas, e sim uma troca abstrata feita pelo valor semelhante das coisas diferentes, revelando uma nova capacidade de abstração e de generalização.
b) A invenção do calendário, que é uma forma de calcular o tempo segundo as estações do ano, as horas do dia, os fatos importantes que se repetem, revelando uma percepção do tempo como algo natural e não como uma força divina incompreensível.
c) As grandes transformações climáticas que permitaram os enormes degelos que deram origem aos oceanos e ao rompimento das placas tectônicas que dividiram o globo terrestre em cinco grandes pedaços que passaram a ser chamdos de continentes, fazendo surgir assim, o conhecimento filosófico por meio da reflexão das ações naturais.
d) O surgimento de uma nova classe social formada por ricos comerciantes que precisavam encontrar pontos de poder e de prestígio para suplantar o velho poderio da aristocracia de terras e de sangue, fez com que essa nova classe social procurasse o prestígio pelo patrocínio e estímulo às artes, às técnicas e aos conhecimentos.
e) A invenção da política.

27. Sócrates foi um filósofo que nunca escreveu. O que sabemos sobre seu pensamento encontra-se nas obras de seus discípulos, e Plantão foi o mais importante deles. Se reunirmos o que esse filósofo escreveu sobre sócrates e sobre os sofistas, além de suas ideias próprias, que características gerais podemos apresentar do período socrático?
Observe as afirmações abaixo:
I - A filosofia se volta para as questões humanas no plano da ação, dos comportamentos, das ideias, das crenças, dos valores e, portanto, se preocupa com as questões morais e políticas.
II - É feita a separação radical entre a opinião e as imagens das coisas e os conceitos e as ideias.
III - A filosofia está voltada para a definição das virtudes morais e das virtudes políticas.
IV - As perguntas filosóficas se referem a valores como a justiça, a coragem, a amizade, a piedade, o amor, a beleza, a temperança, a prudência etc., que constituem os ideais do sábio e do verdadeiro cidadão.
Marque a alternativa que apresenta a afirmativa CORRETA sobre o período socrático.
a) Somente estão corretas as afirmativas I e II.
b) Estão corretas as afirmativas I e IV.
c) As afirmativas I, II e IV estão corretas.
d) As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
e) Nenhuma das alternativas estão corretas

28. "Para este filósofo a consciência moral e o sentimento do dever são inatos, são a voz da natureza e o "dedo de Deus" em nosso coração. Apesar do pecado do primeiro homem, conservamos em nosso coração vestígios da bondade original e por isto nascemos bons e puros dotados de generosidade e benevolência para com os outros. Se o dever parece ser uma imposição externa, imposta por Deus aos homens, é porque nossa bondade natural foi pervertida pela sociedade, quando esta criou a propriedade privada, tornando-nos egoístas e destrutivos."(Marilena Chauí em CONVITE À FILOSOFIA, 14ª edição, 2010).
A descrição acima se refere a qual filósofo:
a) Karl Marx
b) Russeau
c) Heráclito
d) Sócrates
e) Santo Agostinho

29. Apesar de terem origem e significação diferentes, o nazismo e o facismo possuem diversos aspectos comuns. Marque a alternativa que NÃO apresenta uma característica comum aos dois regimes totalitários:
a) A introdução, pela primeira vez na história, da prática da propaganda política, dirigida às massas voltada para a manifestação de sentimentos, emoções e paixões, desvalorizando a razão, o pensamento e a consciência crítica.
b) Na fase inicial, os dois regimes se apresentam contra a ordem burguesa liberal e conseguem a adesão da maioria da classe trabalhadora, que sofria as misérias da recessão e dos desempregos.
c) A defesa total da intervenção do Estado na economia e na sociedade civil.
d) Em lugar das classes sociais, a nação é vista como constituída pelo povo e este é a massa organizada pelo partido único, que a exprime e a representa. E este partido único, organiza a sociedade não só em sindicatos corporativos, mas também em associações de jovens, de mulheres, de crianças, de artistas, de escritores, etc.
e) Todas as alternativas anteriores apresentam características comuns ao nazismo e ao facismo.

30. Observe as afirmativas abaixo e marque a alternativa que NÃO apresenta uma das ideias do filósofo alemão Karl Marx a respeito das relações de produção na sociedade moderna.
a) A sociedade se constitui a partir de condições materias de produção e da divisão social do trabalho e as mudanças históricas são determinadas pelas modificações naquelas condições materiais e naquela divisão do trabalho.
b) A história não é um processo linear e contínuo, mas uma sequência de causas e efeitos, com um processo de transformações sociais determinadas pelas contradições entre os meios de produção e as forças produtivas.
c) Os proprietários dos meios de produção não podem ter interesses, pois não necessitam do intercâmbio e da cooperação para manter e fazer crescer a propriedade de cada um, pois em um sistema de competição e concorrência acirrada essas atitudes podem fazer com que todos se destruam mutuamente.
d) As relações sociais de produção não são responsáveis apenas pela gênese da sociedade mas também pela gênese do Estado.
e) A consciência humana é determinada a pensar as ideias que pensa por causa das condições materiais instituídas pela sociedade.

31. Desde a segunda Revolução Industrial no século XIX até os dias atuais, as artes que haviam se liberado da submissão da religião foram submetidas a uma nova servidão: as regras do mercado capitalista e a ideologia da indústria cultural.
O termo indústria cultural foi cunhado pelos filosofos alemães Theodor Adorno e Max Horkheimer numa obra intitulada de Dialética do esclarecimento. O que esses autores chamaram de indústria cultural ? Marque a alternativa CORRETA.
a) O desnvolvimento da sociedade industrial e das grandes metrópoles.
b) Uma cultura baseada na ideia e na prática do consumo de produtos culturais fabricados em série.
c)A transformação da arte popular em arte clássica e erudita
d) A transposição dos elementos culturais do campo para as grandes cidades industrializadas.
e) Nenhuma das alternativas anteriores apresenta uma definição correta para o que Adhorno e Horkheimer chamaram de indústria cultural.

32. Grupo de filósofos que se dedicavam a ensinar técnicas de persuasão para os jovens de modo que, numa assembleia eles tivessem preparados para vencer os debates com argumentos fortes e imbatíveis. Esta afirmação caracteriza os filósofos que são historicamente conhecidos como:
a) Socráticos
b) Pré-socráticos
c) Sofistas
d) Aristotélicos
e) Platônicos

33. Com relação ao pensamento de Marx e Engels observe as afirmações abaixo:
I - Os seres humanos distingue-se dos outros animais não porque sejam dotados de consciência, nem porque sejam naturalmente sociáveis e políticos, mas porque são capazes de produzir as condições de sua existência material e intelectual.
II - A produção das condições materiais e intelectuais da existência não é escolhida livremente pelos seres humanos, mas está dada objetivamente, independentemente de nossa vontade.
III - A produção e a reprodução das condições de existência se realizam por meio do trabalho, da divisão social do trabalho, da procriação e dos modos de apropriação da natureza.
IV - A maneira como os humanos interpretam e realizam a diferença sexual determina o modo como farão a divisão social do trabalho, distinguindo trabalhos masculinos, femininos, infantis e dos idosos.
Qual ou quais dessas afirmações apresentam ideias concebidas por Marx e Engels? Marque a alternativa correta.
a) Apenas a afirmativa I.
b) Apenas as afirmativas I e II.
c) Todas elas representam ideias concebidas por Marx e Engels.
d) Somente a afirmativa IV não condiz com o pensamento de Marx e Engels.
e) As afirmativas III e IV não representam o pensamento de Marx e Engels.

34. Filósofo que escreveu o texto "O mito da caverna" no qual apresenta de maneira alegórica o mundo de aparência em que vivemos, nossos prenconceitos e opiniões, nossa crença de que a realidade é apenas aquilo que estamos vendo, qual o papel da filosofia e do filósofo em nossas vidas e o que é a verdade. Marque a alternativa que apresenta o nome do filósofo responsável pela descrição acima.
a) Aristóteles
b) Platão
c) Heráclito
d) Sócrates
e) Tales de Mileto.

35.Marque a alternativa que NÃO apresenta uma característica ou um traço do capitalismo contemporâneo.
a) O monetarismo e o capital financeiro tornaram-se o coração e o centro nervoso do capitalismo, ampliando a desvalorização do trabalho produtivo e privilegiando a mais abstrata das mercadorias, o dinheiro.
b)A velocidade das mudanças tecnológicas gera um aumento na rotatividade da mão de obra que se torna desqualificada e obsoleta muito rápidamente, reduzindo o poder dos sindicatos e aumentando a pobreza absoluta.
c) A redução drástica da terceirização, ou seja, houve redução no setor de serviços que antes servia como suplemento da produção que agora se realiza como o modelo fordista, com as grandes plantas industriais concentrado em todas as etapas da produção.
d) A ciência e a tecnologia deixam de ser mero suporte do capital para se converter em agente de sua acumulação.
e) O desemprego tornou-se estrutural, deixando de ser acidental ou expressão de uma crise conjuntural.

GABARITO:
21A. 22C. 23E. 24E. 25C.
26C. 27D. 28B. 29E. 30C.
31B. 32C. 33C. 34B. 35C.
     

 
 
Sites parceiros:

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Fale conosco

Copyright © 2008-2014 Só Filosofia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.