Biblioteca Virtual
 Biografia de Filósofos
 História da Filosofia
 Laifis de Filosofia

 Eventos
 Resenhas
 Livros
 Entrevistas
 Jornais Brasileiros

 Oráculo
 Dicionário de Filosofia
 Vídeos de Filosofia
 Rádio Filosofia
 Como estudar Filosofia
 Dicas para Monografia
 Filos. e Outras Áreas
 Filos. na Sala de Aula

 Exercícios Comentados
 Jogos On-line
 Provas de Concursos

 Loja virtual
 Curso de Filosofia

 Curiosidades Filosóficas
 Escolas de Filosofia
 Filosofia Clínica
 Histórias Filosóficas
 Relato do Leitor
 Frase de um Leitor
 Charge da Semana
 Fil. para Crianças
 Lançamento de Livros
 Livros para Download
 Frase de Filósofos
 Uma Foto, uma História
 Trechos de Livros
 Enquetes
 Cursos de Extensão
 Fale Conosco

 

 

Provas de Concursos e do Vestibular

 
(31/Ago) Prova e Gabarito - Professor de Filosofia - Prefeitura Municipal de São José de Ribamar - FSADU - 2011
 
Conhecimentos Específicos

26
O saber filosófico propicia, não só um enriquecimento intelectual, mas, pela aprofundada aquisição do senso crítico, desenvolve a capacidade de entender as mais variadas situações vividas na realidade contemporânea e conduz a pessoa a se posicionar de forma coerente e consequente.
Assinale a alternativa CORRETA, que contempla a decisão tomada com base no senso crítico.
a) Viver em sociedade com a pluralidade das diferenças requer que estejamos atentos às afirmações feitas, às circunstâncias vividas, às normas, e, por meio de um diálogo investigativo, estar em busca das verdades, às vezes encoberta.
b) A manifestação das ideias, as informações recebidas via meios de comunicação, os fatos que acontecem são assinalados como aquilo que naturalmente ocorre sem que haja dubiedade.
c) Na construção e amadurecimento do ser-pessoa, a real compreensão da realidade, a problematização dos aconteceres, o direcionamento consciente do agir, nem sempre estão presentes.
d) Nos mais diversos contextos em que vivemos, os valores neles presentes e as normas sociais estabelecidas são suficientes para o nosso agir ponderado, sempre reflexivo-crítico.
e) O imenso corpo de informações acumuladas e compartilháveis que possuímos sobre o mundo tem-nos sido transmitido por outrem e de todas essas informações temos certeza.

27
Leia atentamente.
"...não há como aceitar a neutralidade da ciência, como se fosse possível a procura do "saber pelo saber". A ciência se encontra inextrincavelmente envolvida na moral e na política e o cientista tem uma responsabilidade social da qual não pode abdicar.
Essas observações nos levam a refletir sobre a formação do cientista, que não deveria se restringir apenas aos conteúdos desse conhecimento, às suas metodologias e práticas de pesquisa. Mais do que isso, é preciso que o futuro cientista tenha condições de examinar os pressupostos desse conhecimento e de sua atividade de se perceber como pertencendo a uma comunidade e de identificar os valores subjacentes à sua prática."
Aranha, Mª Lucia de Arruda. Filosofando, Martins, Mª Helena Pires. Introdução à Filosofia, 2003.
A partir da leitura compreensiva do texto acima e considerando o papel da Filosofia com relação à ciência e suas aplicações, julgue as afirmações abaixo (de I a VI).
I. A Filosofia vai examinar o mundo de certezas propostas pelo ideal do conhecimento objetivo, para encontrar no pensar crítico-reflexivo, uma solução epistemologicamente válida.
II. A Ciência, para se constituir e se desenvolver, está sustentada na razão, na objetividade... porém, comporta valores, escolhe meios e fins, portanto, elementos de natureza subjetiva também se fazem presentes.
III. No progresso científico e tecnológico contemporâneo, constata-se o envolvimento das dimensões política, econômica e social, porém, as implicações éticas do saber científico não são consideradas.
IV. As condições para a prática da ciência se constituem como um campo de plena objetividade, de rigor científico, de independência quanto às interferências axiológicas.
V. A Filosofia tem compromisso com a investigação dos fins e das prioridades a que a Ciência se propõe, com a análise das condições em que se realizam as pesquisas e das consequências das técnicas utilizadas.
VI. As ciências são apresentadas com suas verdades necessárias inabaláveis, destinadas, incondicionalmente, ao progresso científicotecnológico.
Estão CORRETAS apenas:
a) II, III e IV.
b) I, II e V.
c) I, IV e V.
d) III, IV e V.
e) II, IV e V.

28
A Filosofia e o exercício do filosofar sempre tiveram, (e vão continuar tendo) consequências para a praxis educativa. São muitas as concepções teórico-filosóficas que ao longo da História vêm produzindo encaminhamentos para a educação sistemática, de modo que torna-se imprescindível uma abordagem filosófica em todos os aspectos da realidade educacional.
Tomando por base essa assertiva, assinale a alternativa CORRETA:
a) As abordagens filosóficas estão presentes em todos os aspectos da realidade educacional de tal modo que é uma constante a postura reflexivo-crítica dos professores.
b) O saber filosófico possibilita o explicitar criticamente os conceitos e valores que sustentam as ações educativas, sem, contudo, encaminhar para novas posições.
c) Os pressupostos teórico-filosóficos promovem um fecundo intercurso com as abordagens científicas da educação, construindo uma fonte permanente e crítica de significação e direcionamento para o alcance de metas.
d) O pensar filosófico, enquanto forma especial de conhecimento da prática existencial sob os mais diversos prismas, contribui em toda a extensão para as formas especiais de conhecer da prática educativa.
e) A compreensão filosófica do educar revela sempre o papel do campo epistêmico e axiológico da Filosofia, podendo a educação dispensar a contribuição das Ciências Humanas.

29
No século XIX, o filósofo Hegel, ao examinar a natureza humana e sua dimensão ético-moral, analisa o conteúdo universal da moral e a questão do dever sempre atento à realidade histórica. Tendo criticado as posições de Rousseau e Kant, construiu um entendimento distinto deles, sobre vida ética.
Assinale a alternativa CORRETA, concernente à visão hegeliana:
a) Vida ética é o acordo e a harmonia entre a vontade subjetiva individual e a vontade objetiva cultural.
b) Vida ética é o acordo entre a vontade e o dever de cada cidadão nas ações sociais.
c) Vida ética é o acordo entre os valores morais como princípios e os costumes de uma sociedade.
d) Vida ética é o acordo e a harmonia entre as virtudes/valores humanos e a prudência no agir.
e) Vida ética é o acordo entre a liberdade, o poder volitivo e os valores morais.

30
À luz da história, da cultura e da filosofia, constata-se, ao longo de todas as épocas, reflexões sobre a temática do trabalho, que revela uma construção humana que se desenvolve em diversos planos, interpenetrada de aspectos subjetivos interindividuais e objetivos, na pluralidade dos mais diversos contextos.
Como afirma o Prof. SEVERINO, A. J. (FILOSOFIA, Cortez Editora São Paulo, 2005 p.151/152):
"... o homem é um ser de relações (...) ele vai se constituindo e conservando sua existência concreta na exata medida em que vai se relacionando (...). Assim, o trabalho é o elemento fundamental para a configuração de sua existência e só pode se dar no contexto de uma sociedade e impregnado por uma intenção subjetiva".
Daí, o mencionado professor concluir que haja três dimensões práticas que se interligam, se complementam e atuam no âmbito do trabalho. Quais são elas? Assinale a resposta CORRETA.
a) A prática material, a prática histórica, a prática intersubjetiva.
b) A prática social, a prática econômica, a prática política.
c) A prática simbólica, a prática mediadora, a prática das relações de poder.
d) A prática histórico-cultural, a prática produtiva, a prática simbolizadora.
e) A prática produtiva, a prática social, a prática simbólica.

31
A Carta Magna do nosso país (1988) elenca direitos civis, políticos e sociais dos cidadãos, de modo que, dentre os fundamentos do Estado Democrático de Direito, está a cidadania. Com base no texto Constitucional, a educação brasileira, por meio dos Parâmetros Curriculares Nacionais ? PCN?s, propõe uma educação comprometida com a cidadania e elege princípios, segundo os quais, deve-se orientar a educação formal. Assinale a alternativa que contém esses princípios.
a) Diálogo; confiança; promoção de valores humanos.
b) Pluralidade cultural, convívio social; direitos e deveres.
c) Solidariedade; justiça; coparticipação sociopolítica.
d) Dignidade; igualdade de direitos; participação; corresponsabilidade pela vida social.
e) Responsabilidade; respeito às diferenças; direito à saúde.

32
Registros históricos indicam que foi na Idade Moderna que se fundamentaram teoricamente as diretrizes políticas, que passaram a configurar o surgimento do Estado Nacional, fincando as bases para as teorias políticas contemporâneas. Qual das alternativas abaixo retrata as novas relações sociais e políticas presentes à época?
a) A política entendida como categoria autônoma, partindo de uma postura realista, passa a sustentar a ordem racional e laica, para traçar linhas de ação que orientariam as ideias liberais e a democracia sob nova ótica.
b) A política na Modernidade surge como contraponto ao poder teocrático da Idade Média, manifestando novas posições que não levariam à estruturação de uma sociedade com efetiva participação em contratos.
c) O poder do Estado é exercido de forma verticalizada em cumprimento às leis e as relações sociais sofrem restrições, revelando uma posição sociopolítica doutrinária.
d) A nova classe burguesa passa a ter grande influência nas relações sociopolíticas, defendendo o poder político não mais herdado, sem atentar aos direitos e deveres dos cidadãos.
e) As lutas populares - por liberdade e igualdade - são desencadeadas criando um contrapoder social e político, sem identificar avanços para efetivas mudanças democráticas.

33
Filosofia é uma área de conhecimento racional crítico bastante abrangente e nela estão contidos vários campos de estudo, dentre os quais a Estética.
Assinale a alternativa que evidencia a compreensão filosófica de Estética.
a) Estética é o estudo filosófico da criatividade, do amor à beleza, dos critérios de harmonia.
b) Estética é o campo da Filosofia que se ocupa da investigação racional do belo voltado para a análise dos sentimentos por ele provocados.
c) Estética é o ramo da filosofia que reflete sobre a experiência artística, cultural e sensibilidade estética.
d) Estética é a reflexão estético-filosófica que recai sobre os valores do belo e dos dons artísticos.
e) Estética é o ramo da filosofia que analisa as emoções, os juízos e as investigações de natureza intuitiva.

34
Lógica é a área de conhecimento que trata das formas de pensamento, das leis do raciocínio e da argumentação, dos métodos e dos princípios que regem a razão humana.
A partir dessa visão conceitual de Lógica, assinale a alternativa CORRETA.
a) A Lógica auxilia a descobrir uma trajetória para o pensamento estruturado, levando à construção de um discurso declarativo.
b) A Lógica estabelece os princípios da razão e da intuição que norteiam as diretrizes para o agir corretamente.
c) A Lógica é um instrumento racional para atingir o conhecimento sistemático nem sempre seguindo um caminho rigoroso.
d) A Lógica proporciona o domínio de certas técnicas para determinar a correção dos raciocínios.
e) A Lógica exprime, por meio da linguagem natural ou formal, os juízos decorrentes do raciocínio, sustentados em pressupostos que garantam sua exatidão e conduzam à verdade.

35
Ao longo de toda a História da Filosofia a depender da realidade socio-histórica e cultural vivida e analisada, os pensadores deixaram marcas que identificam seu modo de pensar. Observe atentamente as afirmações abaixo relacionadas, e identifique a qual filósofo se
refere na sequência em que aparecem, assinalando, em seguida, a alternativa CORRETA.
I. O indivíduo torna-se justo, corajoso e prudente, na medida em que assim agindo, habitua-se ao que é eticamente justo, corajoso e prudente.
II. Tudo é certo em saindo da mão do Autor das coisas; tudo degenera nas mãos do homem.
III. O conceito é a unidade (dialética) de ser e essência.
IV. Ação livre é aquela em que o homem não depende das determinações do mundo sensível, mas, das determinações de sua própria razão.
a) I - Aristóteles; II - Hegel; III - Kant; IV - Rousseau.
b) I - Nietzsche; II - Kant; III - Aristóletes; IV - Hegel.
c) I - Aristóteles; II - Rousseau; III - Hegel; IV - Kant.
d) I - Platão; II - Aristóteles; III - Hegel; IV - Nietzsche.
e) I - Sócrates; II - Kant; III - Hegel; IV - Rousseau.

36
A Filosofia está na História e tem uma história há aproximadamente 27 séculos. Nesse extenso período, incontáveis questões, fundamentação de saberes, análise de problemas, busca de soluções, crítica ao estabelecido, superação de situações dadas, quebra de paradigmas, transformações sociais têm sido uma constante nas sociedades e culturas de cada época vivida pelos filósofos. Destaca-se como bastante valiosa a contribuição dos que lançaram as bases da investigação racional na Antiguidade, cuja herança se estende até a realidade atual.
Assinale a alternativa que contempla as questões tratadas, predominantemente, pelos filósofos clássicos da Antiguidade.
a) A Filosofia Grega trata do mundo físico, material, das questões míticas, do conhecimento verdadeiro sustentado na razão.
b) A Filosofia Grega é basicamente uma antropologia: investiga, portanto, a natureza humana, abordando questões sobre conhecimento, política, ética, educação, ciência.
c) A Filosofia Grega se ocupa, fundamentalmente, da origem do mundo, causas e transformações da natureza; da compreensão sobre a natureza humana e do lugar do homem no mundo; do fundamento último de todas as coisas ou da
realidade inteira.
d) A Filosofia Grega revela preocupação com as práticas humanas, com os fenômenos da natureza e com as leis lógicas do raciocínio dedutivo.
e) A Filosofia Grega, procura, racionalmente, alcançar as verdades e afirma que os acontecimentos naturais e humanos ocorrem sempre como necessários.

37
Platão, filósofo grego, em sua obra, República, apresenta o denominado Mito da Caverna com o objetivo de ilustrar a passagem, de um grau de conhecimento (doxa) para outro (episteme), o que exige acentuada mudança de mentalidade das
pessoas.
Observe as alternativas abaixo e assinale aquela que evidencia a referida passagem.
a) Nela se resume a concepção a respeito do conhecimento, em que as pessoas saem do simples âmbito das opiniões e tentam encaminharse ao alcance da verdade, jamais alcançada.
b) Corresponde a um processo lento de mudança em que a pessoa se afasta da visão do senso comum e procura alcançar um nível de atitudes pautado no bom senso.
c) Consiste em levar as pessoas da compreensão do mundo concreto, sensível, para atingir o mundo do ser divino.
d) Trata-se de um processo gradativo de libertação que vai tirar das pessoas as correntes da alienação e favorecer o conhecimento sobre a realidade e a Filosofia.
e) Trata-se de um caminho que é percorrido pela razão humana, que sai das sombras e encontra sempre muitos obstáculos para atingir a luz, a realidade mesma.

38
Rousseau (século XVIII), um dos filósofos críticos do seu tempo, tratou, com muita pertinência, de questões sociais, educacionais e políticas. Um dos destaques, a ele atribuído foi a relevante contribuição, por ter promovido a "Revolução Copernicana" na educação - superando a concepção essencialista - deixando como lição o chamado "otimismo pedagógico".
Em observância ao contido nessa afirmação, assinale a alternativa CORRETA:
a) A criança passou a ser considerada como tal, podendo manifestar seus interesses, desenvolver gradativamente sua independência, porém, não é ainda reconhecida como centro do processo educativo.
b) Uma nova maneira de lidar com a natureza humana possibilitou-lhe, no processo de educação: a valorização da infância, a abertura de espaço para as individualidades, o relacionamento interpessoal, a predominância das virtudes naturais.
c) As virtudes que são predominantes no estado de natureza possibilitam o desenvolvimento da espontaneidade e das emoções, antes mesmo da razão, sendo que o professor é que estabelece as diretrizes.
d) A escola passa a ser espaço de alegria, de prazer, de abertura para a vivência de valores humanos, todavia, pela exigência do domínio intelectivo, nem sempre propicia a cooperação entre os alunos.
e) Seus propósitos no âmbito da educação demarcam uma relação muito próxima com sua posição inovadora na política e no entendimento sobre estado e soberania.

39
Kant, grande filósofo do século XVII, autor do Criticismo, dedicou especialmente seus estudos a questão do conhecimento e da ação humana e, em relação a esta última, escreveu obras de grande relevância, dentre as quais CRÍTICA DA RAZÃO PRÁTICA E METAFÍSICA DOS COSTUMES, quando
analisou a prática humana em suas dimensões normativa e racional, revestidas do caráter de universalidade. Considerando que daí resultou o imperativo moral que ele denominou de "imperativo categórico", assinale a alternativa CORRETA.
a) O fundamento da ação prática é que dá a sustentação de todo o seu sistema crítico, norteando o comportamento moral autônomo.
b) Agir moralmente é seguir a lei natural, sustentada no caráter de necessidade e de universalidade, sempre conduzida pela razão.
c) A prática das ações humanas está submetida a leis pelo seu dever, ainda que vinculada à heteronomia.
d) As dimensões teórica e prática dos homens, mediadas pelo juízo e pelos sentimentos é que conduzem racionalmente à ação prática.
e) As ações humanas são guiadas pela lei prática que é livre e segue a autodeterminação racional, sendo entendida a liberdade como fundamento da prática humana.

40
Na primeira metade do século XX, um grupo de pensadores - filósofos alemães - integrou a chamada Escola de Frankfurt, elaborando uma Teoria Crítica da Ideologia da Sociedade e da Cultura Contemporânea.
Um dos fenômenos mais estudado por eles foi a industrialização da cultura, entendida como um dos maiores impactos da mercantilização geral decorrentes da produção capitalista. Sabe-se que M. Horkheimer, inspirador do grupo, realizou muitas pesquisas de natureza crítica à sociedade da época. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que evidencia marcas do pensamento e ação desse filósofo.
a) Horkheimer realizou uma longa série de pesquisas sociológicas e de investigações sobre as origens das ditaduras, sobre o nascimento da personalidade autoritária e sobre os efeitos do capitalismo cultural.
b) Horkheimer desenvolveu críticas sobre a dominação da mídia nos processos de produção e consumo no mercado capitalista e elaborou a obra Teoria da Cultura de Massa.
c) Horkheimer lecionou em várias universidades americanas, defendeu a racionalidade ética, refutando a razão instrumental e, no final da década de 60, do século passado, solidarizou-se ativamente com a revolta estudantil.
d) Horkheimer promoveu um debate epistemológico das ciências do seu tempo e compartilhou das ideias hegeliano-marxistas.
e) Horkheimer procurou compreender a fundo a sociedade contemporânea em sua complexidade, mas, concluiu que os fatos sociais não devem ser interpretados à luz da totalidade.

GABARITO:
26A
27B
28C
29A
30E
31D
32A
33B
34E
35C
36C
37D
38B
39E
40A
     

 
 
Sites parceiros:

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Fale conosco

Copyright © 2008-2014 Só Filosofia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.