Você está em Pratique > Dicas

Dicas de estudo

    (17/Ago) Contexto da obra - Dica 3 no estudo da Filosofia
 
Ao se aproximar do pensamento de um filósofo lembre-se do contexto, da vida do filósofo, a quem foi endereçado seu escrito, o que ele quis tratar, de que maneira trabalhou o texto, e ainda outros elementos que possam ser relevantes.
Tomemos como exemplo Julio Cortázar, os países onde viveu, sua resistência ao peronismo. Cortázar transita entre o que é concreto e real e o devaneio, um exemplo do que se convencionou como ficção fantástica.
Em seu escrito Rayuela, de 1960, o escritor usa a pesquisa, é audacioso, os capítulos do livro burlam a ordem, trocam a cronologia, os eventos. Tudo isso ocorre como exemplo do próprio personagem que procura desorientar seu intelecto como modo de atingir algo distante e diferente das "categorias tranqüilizadoras" da razão.
A obra de um filósofo é algo que se insere em sua historicidade. Ainda que possa ser compreendida por si somente, os elementos de uma costumam ganhar complementos e explicações na constituição da outra.
     

 
 
Como referenciar: "Dicas de estudo" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 22/09/2019 às 19:54. Disponível na Internet em http://www.filosofia.com.br/vi_estudo.php?id=6