Você está em Pratique > Dicas

Dicas de estudo

    (27/Jun) Complexidades - dica 54
 
Algus alunos perguntam se podem usar de termos vagos, de linguagem mergulhada em neblina, para poderem colocar suas ideias na academia. A resposta é que, de modo geral, não podem. Nos bancos escolares, tendo em vista a conversação e o entendimento mútuo, é essencial que a complexidade se reduza a expressões que possam ser partilhadas e entendidas.

Leia o que escreve sobre isso Ortega y Gasset:

"Sempre acreditei que a claridade é a gentileza do filósofo e, além disso, esta nossa disciplina tem como ponto de honra, hoje mais do que nunca, estar aberta e porosa a todas as mentes, diferente das ciências especiais, que cada vez mais com maior rigor, interpõem entre o tesouro das suas descobertas e a curiosidade dos profanos o dragão medonho da sua terminologia hermética. Penso que o filósofo tem que levar até ao limite de si próprio o rigor metódico quando investiga e persegue as suas verdades, mas que ao emiti-las e enunciá-las deve evitar o uso cínico com que alguns homens de ciência se comprazem, como Hércules de feira, em ostentar diante do público os biceps do seu tecnicismo."
     

 
 
Como referenciar: "Dicas de estudo" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 19/07/2019 às 16:23. Disponível na Internet em http://www.filosofia.com.br/vi_estudo.php?id=59