Você está em Ajuda > Outras áreas

Filosofia e outras áreas

    (30/Set) Filosofia de boteco
 
Muitas vezes em novelas e até mesmo em alguns filmes se ouve a expressão: “Você é filósofo!” Isto acontecer na maioria das vezes quando o personagem dia algo que não é de compreensão comum e, alem disso, tem certo grau de reflexão. Não é raro ouvirmos conceitos filosóficos caminhando pela rua, ouvindo rádio, vendo televisão e até mesmo em um papo descontraído de bar. Isto acontece pelo fato de acontecerem algumas confusões entre o conceito de filosofia, opinião, filosofia de vida e outros que possam, de certa forma, lembrar a atividade reflexiva, racional e nem sempre inteligível dos filósofos antigos. Desta maneira muitos se auto-proclamam filósofos, pensadores. Para que isto seja verdade são necessários vários quesitos, o primeiro que podemos citar é o método, não existe filósofo sem um método. Assim como os pedreiros tem um método e suas ferramentas para construir um prédio, também os filósofos tem métodos e ferramentas para construir suas idéias em bases sólidas. Poderíamos citar muitos filósofos, mas para abreviar citamos um Renè Descartes, em suja produção filosófica encontramos a dúvida metódica, um método que tem por base a dúvida e que só avança quando esta for superada. As nossas ferramentas podem ser várias, uma delas é lógica, esta ferramenta auxilia os filósofos na produção e comprovação do conhecimento, uma vez que cada conhecimento produzido é rigorosamente examinado pela lógica, conhecida por ser a ciência do pensar correto. Assim, no boteco ou em qualquer lugar podemos encontrar um pensador, no entanto não necessariamente um filósofo.

Responsável – Rosemiro A. Sefstrom
     

 
 
Como referenciar: "Filosofia de boteco" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 19/08/2019 às 05:19. Disponível na Internet em http://www.filosofia.com.br/vi_areas.php?id=16